Como Harmonizar Charutos para Intensificar os Sabores

Harmonizar charutos é uma dificuldade para você? Uma das maiores qualidades dos charutos é a capacidade de harmonização. Charutos combinam diversos aromas e sabores, mas também harmonizam com o ambiente, a música, as pessoas. É a tal magia de que sempre falamos sobre o universo charuteiro.

Como harmonizar Charutos com Bebidas alcoólicas

Uma das harmonizações mais conhecidas é com bebidas alcoólicas. Charutos e vinhos, charutos e um excelente whisky, charutos e drinques – são inúmeras as possibilidades. Não existem regras fixas para a degustação de um charuto, assim como para a escolha da bebida, mas é interessante prestar atenção em alguns detalhes para a harmonização se tornar ainda mais prazerosa.

Ao degustar com champanhe ou espumante, o ideal é optar por charutos mais suaves, como um Hoyo de Monterrey, para não sobrepor o sabor da bebida. A acidez do espumante vai limpar a boca, potencializando o sabor do charuto. Para os vinhos, recomenda-se buscar sabores mais potentes e com taninos mais presentes, como um Cabernet Sauvignon ou Primitivo, por exemplo.

Já para a clássica harmonização com o vinho do porto, a situação fica mais fácil, pois o elevado teor alcoólico e o dulçor da bebida funcionam muito bem com charutos suaves a fortes. Para destilados, a atenção deve ser no teor alcoólico não muito elevado, assim não se anula o sabor do charuto. Bebidas com teor alcoólico até 40% são uma excelente pedida com um clássico Cubano Montecristo Open Eagle, por exemplo.

Harmonização na Gastronomia

Quando falamos em gastronomia, também precisamos seguir a lógica das bebidas para uma harmonização prazerosa. No caso de carnes, como parrilla, o recomendado são charutos com uma degustação de maior duração para aproveitar o momento e um charuto de fortaleza média a forte.

Se a opção for pela brasileiríssima feijoada, um charuto de fortaleza forte, como o Partagas D4, combina com perfeição.

E doces combinam com charutos? Sim! Charuto e chocolate é uma deliciosa pedida, principalmente com chocolates com alto teor de cacau.

Para finalizar uma degustação com excelência, nada melhor que água para limpar o paladar. Sempre escolho as gaseificadas, como a italiana S. Pellegrino.

*Matéria publicada originalmente na edição 226 especial Gastronomia.

Fonte: topview.com.br / por Stefan Deckert

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: